Sistema Fotovoltaico Industrial

O Sistema Fotovoltaico Industrial, funciona exatamente como os sistemas fotovoltaicos residenciais e sistema solar comerciais e permite gerar parte ou toda a energia que você consome em seu comércio/indústria. A potência instalada do sistema solar fotovoltaico industrial está entre 100kwp e 1000kwp, e a área está entre 650m2 e 7000m2. (varia de acordo com a instalação).

A energia solar industrial é também uma das formas de utilizar a radiação solar para gerar eletricidade. Neste tipo de geração de energia, obtém-se a chamada energia solar fotovoltaica. Recebe esse nome porque uma corrente elétrica é formada pela luz solar que atinge módulos fotovoltaicos, que movimentam elétrons no material semicondutor.

O processo de geração do Sistema Fotovoltaico Industrial  como dito anteriormente, é semelhante aos processos que estamos acostumados em residências e estabelecimentos comerciais. O que mudou nesse caso é a escala, pois a indústria precisa fornecer mais equipamentos.

Algumas das principais características  são as seguintes:

  • Possui energia renovável gratuita;
  • Baixos requisitos de manutenção;
  • Gerar economia;
  • É energia limpa, ou seja, não gera resíduos.

Quais são as Vantagens deste tipo de Sistema Fotovoltaico Industrial

Investir em energia solar não só economiza energia nas despesas da empresa, como também traz diversos outros benefícios. Desde contribuições para a sustentabilidade, passando por incentivos fiscais e marketing verde.

Economia

Uma das maiores vantagens de investir em energia solar industrial é a economia. Por exemplo, empresas automobilísticas como Toyota e Nissan economizaram projetos entre US$ 400.000 e US$ 4 milhões instalando sistemas fotovoltaicos em suas fábricas.

Os descontos variam de 50% a 95%. Isso porque a energia solar é um baixo impacto ambiental e um investimento sustentável. Ou seja, a produção ocorre por meio da incidência de luz solar, um recurso renovável gratuito que dispensa aplicações futuras após a instalação do kit solar.

Além disso, um dos fatores que ajuda a reduzir o custo da energia elétrica é o sistema de compensação de energia da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Incentivos Fiscais

Além de economizar na conta de luz e, assim, diminuir os custos operacionais, a instalação de um sistema solar industrial também pode ajudar sua empresa a ganhar incentivos governamentais.

Desde 2015, o Brasil instituiu o Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída (ProGD), um programa do governo federal para estimular e expandir a geração distribuída de energia renovável em diversos setores, incluindo a indústria.

Os estados brasileiros também estão autorizados a isentar de ICMS e PIS e COFINS devido ao acordo 16/2015 do Comitê Nacional de Política Fiscal (CONFAZ). Veja como funcionam os incentivos:

ICMS – Atualmente, quase todos os estados brasileiros concederam isenções de ICMS. Apenas Recife não inclui CONFAZ, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e Ceará têm isenção “Parcial”.

PIS E COFINS – De acordo com a Lei Nº 13.169 de outubro de 2015, o PIS e COFINS é isento da energia solar injetada na rede.

IPTU Verde
Para completar a lista de incentivos fiscais para instalação de sistemas solares industriais, algumas cidades implementaram IPTUs verdes. Tais benefícios incluem descontos nos valores de IPTU para contribuintes preocupados com a sustentabilidade em diversas áreas, como descarte de resíduos, uso de materiais recicláveis ​​e, claro, geração de energia elétrica a partir de fontes de energias renováveis ​​como a energia solar.

Durabilidade

Não adianta investir em um sistema caro que exige manutenção constante. Portanto, a vantagem final de investir em energia solar industrial é a disponibilidade de equipamentos altamente duráveis ​​e de baixa manutenção.

Isso ocorre porque os painéis solares são altamente resistentes à chuva e tempestades. Além disso, as altas temperaturas não são um problema, porque para converter a luz solar em energia, deve haver muita luz solar.

Normalmente, a durabilidade da placa é garantida, com potência máxima atingindo 90% aos 12 anos e 80% aos 25 anos.

Sustentabilidade

A energia fotovoltaica é uma forma de geração de eletricidade considerada limpa e renovável. Isso significa que sua produção gera pouco ou nenhum resíduo e sua fonte é naturalmente reposta pelo meio ambiente. Dessa forma, além de não esgotar, não há danos ao meio ambiente.

De acordo com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), a energia renovável não deve mais ser uma alternativa à energia convencional, mas necessária para garantir a sustentabilidade e proteger nossos recursos naturais. Nesse sentido, uma das principais apostas é a implantação da energia solar, uma fonte segura e de fácil acesso.

Isso porque, além de ajudar o planeta, investir em energia solar industrial pode ajudá-lo a transformar seu setor em uma empresa ESG que agrega valor ao seu negócio.

Environmental, Social and Governance ( (ESG) ou “Ambiental, Social e Governança”, parafraseando, são métricas utilizadas para avaliar as práticas empresariais em relação a esses três conceitos. Isso inclui o uso de fontes de energia renováveis, como a energia fotovoltaica.

saiba mais mdmax

Perguntas Frequentes:

Como funciona a energia solar industrial?

A energia solar industrial utiliza painéis solares fotovoltaicos ou coletores solares térmicos para converter a luz solar em eletricidade ou calor. Esses sistemas podem fornecer energia para processos industriais, iluminação e aquecimento, reduzindo os custos operacionais e a dependência da rede elétrica .

Quais são os tipos de sistema fotovoltaico?

Os tipos de sistemas fotovoltaicos incluem sistemas on-grid (conectados à rede elétrica), off-grid (isolados da rede elétrica) e híbridos (combinam ambos os sistemas, podendo incluir armazenamento de energia em baterias).

Quantas placas solares para gerar 500 kW?

Para gerar 500 kW, seriam necessários aproximadamente 1.515 painéis solares de 330 W cada, considerando condições ideais de insolação e eficiência dos painéis.

Como funciona o sistema de fotovoltaico?

O sistema fotovoltaico converte a luz solar em eletricidade por meio de células fotovoltaicas nos painéis solares. A energia gerada é convertida de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA) através de um inversor, que pode ser usada diretamente ou enviada para a rede elétrica .

Como implantar energia solar em uma empresa?

Para implantar energia solar em uma empresa, é necessário realizar um estudo de viabilidade, dimensionar o sistema de acordo com o consumo energético, adquirir os equipamentos adequados, e contratar uma empresa especializada para a instalação e homologação do sistema .

Quais são os 2 sistemas de energia solar empregados na produção de energia elétrica?

Os dois sistemas de energia solar mais comuns são o fotovoltaico, que converte luz solar em eletricidade, e o térmico, que utiliza a energia solar para aquecer fluidos e gerar energia térmica .

Qual a diferença de energia solar e fotovoltaica?

A energia solar é um termo geral que se refere a qualquer método de aproveitamento da energia do sol, incluindo térmica e fotovoltaica. A energia fotovoltaica é um tipo específico de energia solar que utiliza painéis solares para converter a luz do sol diretamente em eletricidade .

Quais são as vantagens e desvantagens dos sistemas fotovoltaico?

As vantagens incluem redução de custos com energia, independência energética, e impacto ambiental positivo. As desvantagens podem ser o alto custo inicial de instalação e a necessidade de manutenção periódica dos painéis .

Quais são os três tipo de energia solar?

Os três tipos de energia solar são fotovoltaica, térmica e passiva. A fotovoltaica gera eletricidade, a térmica aquece fluidos, e a passiva envolve o uso de design arquitetônico para maximizar o uso de luz e calor solar sem conversão tecnológica.

Quanto custa 300 kWh por mês?

O custo de um sistema solar capaz de gerar 300 kWh por mês pode variar, mas estima-se que o investimento inicial seja de aproximadamente U$ 3.000 a U$ 4.000, dependendo da localização e das especificações dos equipamentos.

Quantas placas preciso para gerar 1000 KW?

Para gerar 1000 kW, seria necessário um número significativo de painéis solares, aproximadamente 3.030 de 330 W cada, considerando condições ideais.

Quanto custa 800 kWh de energia solar?

Para um sistema que gere 800 kWh por mês, o custo pode variar entre U$ 8.000 a U$ 12.000, dependendo da qualidade dos painéis solares e da instalação.

CONTA ENERGIA 35 MAIS BAIXA -MDMAX

Veja Também:

Sistema Solar Comercial

Calcule o Potencial de Energia Solar Para Sua Residência

O Que é Cabo Solar?

 

 

Botão Voltar ao topo